Apresentação

Gerar, disseminar e debater informações sobre NUTRACÊUTICOS, sob enfoque de Saúde Pública, é o objetivo principal deste Blog produzido no Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde - LabConsS da FF/UFRJ, com participação de alunos da disciplina “Química Bromatológica” e com apoio e monitoramento técnico dos bolsistas e egressos do Grupo PET-Programa de Educação Tutorial da SESu/MEC.

Recomenda-se que as postagens sejam lidas junto com os comentários a elas anexados, pois algumas são produzidas por estudantes em circunstâncias de treinamento e capacitação para atuação em Assuntos Regulatórios, enquanto outras envolvem poderosas influências de marketing, com alegações raramente comprovadas pela Ciencia. Esses equívocos, imprecisões e desvios ficam evidenciados nos comentários em anexo.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Remédio proibido pela Anvisa é vendido livremente na internet

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibiu a fabricação, distribuição, comercialização e uso do remédio desde 2009. Na embalagem não consta o nome do fabricante, nem a fórmula do medicamento. 

video

Um remédio proibido pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, está sendo usado livremente por brasileiros para tratamento da dor. O medicamento não é encontrado em farmácias, mas tem venda livre na internet.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Livre de Glúten

video

Na Universidade de Viçosa, em Minas Gerais, dona Maria passou a integrar um projeto que atende às necessidades nutricionais dos portadores da doença. Ela fez uma revolução na alimentação. Ela revela que as dores sumiram.

Sem prevenção, além das dores, a doença celíaca pode causar até câncer de intestino. “Na minha família, várias tias faleceram com câncer de intestino depois dos 70 anos”, conta dona Maria.

Os celíacos representam apenas 1% da população. Mas em torno de 20 milhões de brasileiros não chegam a ser doentes; eles têm apenas sensibilidade ao glúten. Isto é, todo tipo de pães e massas podem causar desconforto no intestino e enxaquecas.

No projeto da Universidade de Viçosa, os pacientes usam um chá de ervas e trocam receitas sem glúten para combater a dor. “Eu tenho até receita de um bolo que ela mesma não tem ainda. Eu vou trazer para ela”, ri dona Maria.


Fonte: Globo Repórter.
Disponível em:http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2011/11/pessoas-sensiveis-gluten-recorrem-projeto-para-mudar-alimentacao.html

O antiinflamatório Chá

Chá simples e natural tem propriedades anti-inflamatórias
A bebida é feita com canela em pau, erva-doce e semente de mostarda. Atletas relataram menos dores musculares depois de exercícios pesados.

video

Na pesquisa com atletas, feita durante três meses, eles relataram menos dores musculares depois de exercícios pesados. Substâncias fenólicas, que são liberadas na água quente do chá, diminuem os processos inflamatórios, reduzindo as dores.

Para a pesquisadora, o estilo de vida mais saudável adotado por dona Nilza foi fundamental para que o chá fizesse efeito. Sozinho, ele não faz milagres.

“Se eu estou sentindo dores de cabeça habitualmente, tem alguma coisa errada no meu organismo. Então o chá não vai resolver, mas habitualmente vai auxiliar e amenizar os sintomas. Enquanto isso, eu tenho por obrigação minha, se eu quero me sentir bem, investigar o porquê da minha dor”, reforça a nutricionista.

O chá deve ser consumido todos os dias. Nos homens, o efeito é mais rápido. Nas mulheres, leva até três meses. Ela recomenda o uso de sachês, feitos de gaze. E diz que uma xícara por dia é o bastante. Em excesso, até pode fazer mal.


Fonte: Globo Repórter.
Disponível em:http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2011/11/cha-simples-e-natural-tem-propriedades-anti-inflamatorias.html

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Suplementos de óleo de peixe atrapalham tratamento contra o câncer


Estudo diz que esses produtos reduzem o poder da quimioterapia

Os ácidos graxos ômega 3 e 6 podem reduzir a capacidade da quimioterapia de atacar tumores. Por isso, pacientes com câncer não devem ingeri-los, segundo estudo de cientistas holandeses.

Os suplementos de óleo de peixe, ricos nestes ácidos graxos, são amplamente vendidos em todo o mundo e promovidos como uma forma de melhorar a saúde cardíaca e cerebral.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Suplementos alimentares podem trazer sérios riscos à saúde

Conheça os riscos para a saúde de quem usa produtos não liberados para a venda no Brasil.

video

Na pressa de ganhar músculos, frequentadores de academias de ginástica recorrem a produtos que são vendidos irregularmente como suplementos alimentares, mas contêm substâncias perigosas e que podem provocar dependência. É no esforço excessivo que está o perigo.

domingo, 25 de julho de 2010

domingo, 1 de novembro de 2009

MÉTODOS PARA FIBRA DIETÉTICA: Codex Alimentarius


Estão em fase final os trabalhos (step 7) do Comitê de Nutrição e Alimentos para Fins Dietéticos Especiais (NFSDU) do Codex Alimentarius Comission - tratando de "Métodos para Fibras Dietéticas". Essa Lista de Métodos, que está na pauta da próxima reunião do Comitê (Dusseldorf, 2 a 6 Nov 2009), vem sendo produzida por um Grupo de Trabalho comandado pela França, com a participação da Austrália, Argentina, Brasil, Canadá, México, Nova Zelândia, Suécia, Reino Unido e EEUU, bem como da AAF, AIDGUM, CIAA e ILSI. Tal documento pode ser encontrado em:

Espanhol:
https://docs.google.com/fileview?id=0B8x2WjTZOiDVN2E5N2Q3ODEtNTVhMy00MDcwLWE2ZmMtZDc1NjYzMWE5ZDQ4&hl=en

Inglês:
https://docs.google.com/fileview?id=0B8x2WjTZOiDVZjdkYmJiYjAtYmQ2Yy00Y2I1LWE0MWMtODZmYWFkZDU2OTQ1&hl=en